Print Friendly, PDF & Email

A Chapada do Bidoca é um recanto em Piracuruca que tem uma importância histórica muito relevante para o município e região, é um cenário composto de uma capela, um cemitério e das ruínas de um antigo casarão de pedra (Fig. 1,2) [1]. O lugar remete o Piauí e o Brasil à época da colonização nordestina, recebeu esse nome por causa de um coronel que habitou no local, o senhor Raimundo Machado de Brito, mas conhecido como “Seu Bidoca de Brito”, homem que viveu em um período de muita riqueza e abundância [2].


FIGURA 1 - CAPELA E CEMITÉRIO DA CHAPADA DO BIDOCA, REGISTRO DE 2004

 


FIGURA 2 - RUÍNAS DO ANTIGO CASARÃO DE PEDRA DA CHAPADA DO BIDOCA, REGISTRO DE 2004

 

É um cartão-postal do Piauí, encantador cenário para turistas de todo o país apreciarem, o lugar guarda diversas histórias da época da colonização [3]. Está localizado a cerca de 30 km de Piracuruca, sentido Parnaíba, seguindo a BR 343; sua importância está principalmente na predominância dos elementos que foram fundamentais no processo de colonização do nordeste: a carnaúba, transformada em símbolo da região nordestina; o vaqueiro, personalizado com o símbolo do couro; a capela e a cruz que expressam símbolos da fé humilde e forte do povo, elementos ainda vivos na região [4].

Todos esses elementos supracitados ficaram bastante conhecidos quando a chapada ganhou no final dos anos 90 um destaque nacional, em fotos que foram parar em 130 mil cartões telefônicos (Fig. 3) [2,4,5]. Este é mais um exemplo das inúmeras belezas que o Piauí ainda guarda, mas que mais cedo ou mais tarde, acabam sendo reveladas por seus próprios filhos, como forma da valorização da estima piauiense [2,4].


FIGURA 3 – REGISTRO DO CARTÃO TELEFÔNICO QUE DIVULGOU A CHAPADA DO BIDOCA PARA TODO O PAÍS

 

Na fachada da capela (Fig. 4) vê-se a data de 1937, segundo relatos essa data não é a data de sua construção, a capela é bem mais antiga e teria sido nela que houve em 1815 o casamento de Pedro de Britto Passos e Ana Maria de Cerqueira, pais do Senador Gervásio de Brito Passos e progenitores de outros muitos piracuruquenses [1].


FIGURA 4 – FACHADA DA CAPELA DA CHAPADA DO BIDOCA, REGISTRO DE 2004

 

No entanto, ao passar pelo local hoje, 12 de maio de 2018, me deparei com a triste situação que se encontra a Capela localizada dentro do cemitério da chapada, como se pode observar na Figura 5, em avançado estado de desmoronamento, prestes a virar escombros. Um olhar triste e inoperante diante de um cenário tão relevante para a região, torcer para que mais algumas pessoas se sensibilizem, principalmente os gestores públicos, ali um pouco de investimento ainda pode recuperar o local.

 
FIGURA 5 – REGISTRO DA CHAPADA DO BIDOCA EM 12/05/2018, OBSERVA-SE A CAPELA DENTRO DO CEMITÉRIO PRESTES A VIRAR RUÍNAS

 


Referências todas acessadas em 12/05/2018
[1] http://www.piracuruca.com/index.php/historia/115-a-chapada-do-bidoca
[2] https://patrimoniospiauienses.wordpress.com/2015/05/22/chapada-do-bidoca-piracuruca/
[3] https://www.hotelepraia.com/2009/09/08/encantadora-chapada-do-bidoca-em-piracuruca-pi/
[4] https://www.meionorte.com/blogs/josefortes/chapada-do-bidoca-do-seculo-passado-62769
[5] http://www.telecartofiliakek.com.br/loja/product_info.php?products_id=3920&currency=BRL