Print Friendly, PDF & Email

 


AO LADO DE UM PEDARILHO PARNAIBANO

Dos leões que carrego no peito
Um deles é por demais gritante
É o desejo de seguir meus amigos
Pernoitando em qualquer dos abrigos
Marchando rumo ao sol brilhante

-------------------

Encarando a fome e o frio
Da sociedade estando à beira
Nos sinais buscando o sustento
Esbanjando alegria e talento
Passando de qualquer maneira

-------------------

Desapegados de toda matéria
Temos a lua como partida
Cada paragem um recado
Com um lobo tatuado
Nessa pele de uma vida

-------------------

Nossa casa é uma varanda
Temos o sol como destino
Seguindo sem olhar pra trás
Voltando quando for capaz
Sonho eterno de menino

-------------------

Transeuntes na vida e no tempo
Andarilhos de amor e de luz
Mestres que vivem da arte
Dentro de mim tem uma parte
Que junto a vocês me conduz

-------------------

Um dia seguirei com vocês
Pedarilhos da esperança
Desafiando ao desconhecido
Sem nunca ser vencido
Jah é bom e não se cansa