O suspiro de Ubajara

Seria possível alguém caminhar uns 70 quilômetros, de Alto Alegre, no norte do estado do Piauí, até a cidade cearense de Ubajara, na Serra da Ibiapaba? É claro que, com um bom preparo físico a proeza é passível de ser executada. Isto, naturalmente, pela superfície, ao longo de rodovias e vicinais, com o sol, a lua e as estrelas por testemunhas. Mas, e por debaixo da terra? Isso mesmo! Seria possível ou existiriam condições naturais para tal percurso? Existiria uma labiríntica via de aceso pelas entranhas do subsolo?

Muita gente humilde viveu e morreu convicta de que essa odisseia seria possível: haveria um extenso e misterioso túnel que ligaria diretamente o lugarejo Alto Alegre à famosa Gruta de Ubajara, na aprazível cidade serrana da Serra da Ibiapaba, no estado do Ceará.

A  vila do Alto Alegre está localizada no norte do Piauí, no município de São João da Fronteira, desmembrado de Piracuruca. A boca de entrada do subterrâneo está situada em local de fácil acesso, saindo da BR-222, próximo à barragem do Rio Jenipapo, por uns três quilômetros de estrada carroçável e mais uns 800 metros de caminhada.

Ali temos um buraco original no solo, alargado em retângulo por pesquisadores, que também perfuraram outros três, acompanhando o sentido dos salões e corredores subterrâneos.  A lenda corrente na região é que ali seria o Suspiro de Ubajara, ou seja, por ali sairiam fortíssimos ventos procedentes da distante gruta cearense. Seria um vento interestadual e canalizado... Dizem mesmo os mais afoitos que, em épocas passadas, vários sertanejos teriam completado o trajeto Piauí-Ceará.

 ab.jpg - 50.44 KB
UM DOS FUROS FEITOS POR PESQUISADORES PARA ALCANÇAR O SUBTERRÂNEO DE ALTO ALEGRE

O primeiro pesquisador a mergulhar com afinco nos mistérios do subterrâneo foi o austríaco Ludwig Schwennhagen (1870-1932), que pesquisou o local em 1927. Em sua opinião, o labirinto seria inquestionavelmente obra humana. Assim ele descreveu o monumento:

 “A profundidade do poço de  entrada é de dois metros e, com mais um metro de descida, olha-se o visitante num grande salão. Antigamente este salão foi um espaço só, com paredes de dois metros de altura, e o buraco de entrada foi o grande funil, pelo qual entrava ar e luz.”

Pelo que se deduz de outras descrições, o austríaco parece ter encontrado naquela catacumba restos de urnas funerárias pré-históricas. Aliás, também em sua opinião, o local faria parte de um dos bosques sagrados dos antigos fenícios  e seus aguerridos aliados, os tupis.

 Sobre a finalidade de cavar-se aquele enigmático subterrâneo, Schwennahgen explica que ali seria o resultado de uma antiga obra de mineração fenícia, e completa:

“No Alto Alegre existe ainda a tradição que perto do subterrâneo morava um piaga (pajé), que foi sempre muito procurado por muita gente. Outra história popular diz que o subterrâneo de Alto Alegre fora um suspiro dum longuíssimo corredor subterrâneo que saísse da Gruta de Ubajara. É provável que os piagas envolvessem o subterrâneo em certas contas místicas, para aumentar seu valor religioso. Também na serra, anda uma crença que da Gruta de Ubajara saísse um rio subterrâneo rumo ao Piauí, que no tempo da seca formaria um corredor, por muitas léguas.” 

 ac.jpg - 42.23 KB
PLANTA DOS SUBTERRÂNEOS DE ALTO ALEGRE, ELABORADA POR SCHWENNHAGEM EM 1927. 

Dizem que no buraco principal saía antigamente, como já dissemos um forte e refrescante vento. Porém os desabamentos internos, os entulhos oriundos das enxurradas e a abertura de furos modernos sobre o salão e os corredores, teriam acabado com esse vento, que brotava da boca da entrada.

 ad.jpg - 19.12 KB
UM DOS SALÕES DO SUBTERRÂNEO DE ALTO ALEGRE. 

Na década de 1940, o antigo proprietário do local doou o terreno ao Dr. Aurélio, do Rio de Janeiro, que se comprometeu a explorar o subterrâneo. O pesquisador, que acreditava em antiga obra de mineração, é o autor dos outros três furos verticais sobre o túnel principal. Escavou, explorou e parece que as dificuldades o fizeram desistir, sem encontrar algo importante.

Um dos peões que trabalhou naquela época para o Dr. Aurélio nos anos 40, Pedro Nogueira Lima, disse, sobre a ligação do local com Ubajara, em entrevista nos anos 90:

“Acredito, porque não falta o fôlego da gente. E todo tempo a gente sente uma ventilação. Se a gente entra no funil, tem espaço para todo lado, como se fossem também cavernas para prosseguir para o lado de Pedro II, para o lado de Sete Cidades e um para o lado do Ceará.”

Sobre a origem natural ou artificial do subterrâneo, o Sr. nogueira comentou:

“A natureza faz melhor do que o homem, mas entre um canal e outro tem umas portinhas baixas e bem feitas, que eu acredito terem sido feitas por alguém. Poderia ter sido um esconderijo ou morada.”

Que portinhas seriam estas? Infelizmente, não conseguimos mais detalhes da entrevista do já idoso Sr. Nogueira, feita pelo escritor teresinense Eneas Barros.

O mais curioso é que, como o Subterrâneo de Alto Alegre é muito pouco conhecido, fala-se que Sete Cidades é que seria o suspiro de Ubajara. E que no Parque Nacional, haveria uma caverna misteriosa que teria ligação com a famosa gruta cearense. Poderíamos falar aqui apenas de uma transferência ou deslocamento do mito e do misticismo de um ponto para outro? Embora isso possa parecer viável, não esqueçamos que os estudos feitos no local e as opiniões dos caboclos apontam que também há uma ligação subterrânea rumo a Sete Cidades.

 ae.jpg - 27.43 KB
DETALHE DA FORMOSA GRUTA DE UBAJARA

Curiosamente, essa tradição encontra-se também no povoado Morrinhos, em Guaraciaba do Norte, na Serra da Ibiapaba, não muito distante de Ubajara. Lá também há um subterrâneo com uma entrada principal e suspiros. É conhecido como “Buraco dos Flamingos” e segundo a população local naquele túnel teria vivido indígenas. É crença geral que daquelas entranhas da terra se alcança a Gruta de Ubajara. 

 af.jpg - 49.75 KB
O BURACO DOS FLAMINGOS, EM GUARACIABA DO NORTE-CE. FONTE: ANTONIO DE CASTRO SILVA/ZEZINHO/ELIÉSIOGUARACIABA DO NORTE – CE

Afinal, o que seria mesmo o Subterrâneo de Alto Alegre? Uma abrigo de povos pré-históricos? Restos de uma mina antiquíssima? Ou seria uma paleotoca, galeria escavada por extintos animais da megafauna? 

O Subterrâneo de Alto Alegre está à espera de destemidos e resolutos exploradores. Quem sabe se com um bom preparo físico e com uma indomável coragem, se chegaria até os salões da Gruta de Ubajara... ou em Sete Cidades...

 
www.000webhost.com