Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /storage/ssd4/909/1073909/public_html/libraries/joomla/log/entry.php:1) in /storage/ssd4/909/1073909/public_html/libraries/joomla/session/session.php on line 531

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /storage/ssd4/909/1073909/public_html/libraries/joomla/log/entry.php:1) in /storage/ssd4/909/1073909/public_html/libraries/joomla/session/session.php on line 531
Portal Piracuruca - Desvendando o Piauí

Artigos

Pirapora: um paraíso abandonado

Uma beleza natural, rústica e semisselvagem, composta por uma vegetação exuberante, tropical e densa, regada por um olho d’água que forma um riacho e adornada por uma formosa cachoeira. Toda esta maravilha da natureza fica no município de Pedro II. Entretanto não como poderia se imaginar distante da zona urbana, lá pelas serras ou sertões, mas exatamente na zona urbana!  Ou, como costumam dizer, a 500 metros do centro da Cidade.

O local é cativante, tranquilo e bucólico com centenárias e volumosas árvores que margeiam o riacho Pirapora, com suas copas se encontrando e formando um só dossel entrelaçado, lembrando uma típica floresta pluvial. O riacho corre sobre leito pedregoso, tendo as suas margens ocupadas por blocos rochosos entremeados pela frondosa vegetação. Nos tempos das cheias de verão uma exuberante cachoeira deleita o visitante. 

O Parque Municipal do Pirapora é uma Unidade de Conservação municipal criada pelo Decreto nº 129, de 05 de junho de 2001, possuindo uma área de cerca de 11 hectares. Um pequeno paraíso praticamente dentro da exuberante cidade serrana de Pedro II.

 pir01.jpg - 50.85 KB
IMAGEM ORBITAL MOSTRANDO: A BARRAGEM,  A CACHOEIRA E O GROTÃO POR ONDE SE APROFUNDA O RIACHO.

O Parque se insere num grotão ou cânion profundo, acessado através de uma longa e rústica escadaria de pedra. Em tempos idos havia uma estação de bombeamento no local, de onde a água era carreada para o abastecimento urbano, antes da construção do açude Joana. Ainda se encontra por ali o reservatório tipo cisterna, os restos de uma bomba e os encanamentos metálicos.

 pir02.jpg - 51.95 KB
ENTRADA PARA O PARAÍSO ABANDONADO DE PEDRO II.

 pir03.jpg - 52.10 KB
UMA RÚSTICA ESCADARIA DE PEDRA É O ACESSO AO BALNEÁRIO PIRAPORA

 pir04.jpg - 52.05 KB
DO ANTIGO RESERVATÓRIO QUE ABASTECIA A CIDADE MINA A ÁGUA DE UM OLHO DE ÁGUA DO LOCAL.

 pir05.jpg - 68.39 KB
ANTIGO ENCANAMENTO DE FERRO SOBRE O LEITO DO RIACHO REVELA O ANTIGO ABASTECIMENTO.

Segundo Pinheiro et al (2013) o Parque possui uma vegetação muito diversificada, incluindo espécies arbóreas, arbustivas e herbáceas do ambiente cerrado, bem como exemplares da flora criptogâmicas (algas clorofíceas), indicando a eutrofização do riacho. O que mais chama a atenção na área é que a nascente do riacho passa por cima de uma das ruas asfaltadas da cidade, evidenciando a contaminação desde o início.

Outra problemática notada por aqueles autores e que se nota na região é o lançamento direto de esgotos e dejetos no riacho. A falta de uma rede de saneamento básico que atenda eficientemente a todos faz com que os moradores cultivem essa prática. Isso acarreta na degradação e na má qualidade da água do qual esses mesmo moradores se beneficiam já que o riacho Pirapora desemboca no açude Joana, abastecendo o resto da cidade.

Destaca-se no local uma panorâmica cachoeira, com queda livre de mais de 12 metros, a partir de um paredão vertical de arenito formado por falhamento geológico

 pir06.jpg - 52.94 KB
NA ÉPOCA DE VERÃO ESTA CACHOEIRA DESLUMBRA OS VISITANTES.

A Unidade de Conservação foi criada no sentido de proporcionar um lazer de fácil acesso à população, através do banho no leito e sob a cachoeira, bem como a preservação das espécies vegetais e fauna do local, passeios educativos e ecológicos, etc.

Ali também ocorre a lenda de uma sereia que se abriga na base da cachoeira, segundo nos informou nosso amigo Afonso Getirana, intelectual e historiador de Pedro II.

 pir07.jpg - 59.65 KB
NESTA GRUTA QUE ABRIGAVA UMA BOMBA DE ÁGUA SE ESCONDERIA A SEREIA DO PIRAPORA.

Atualmente o Parque está assim por dizer abandonado, uma vez que o local se encontra muito poluído por embalagens pet, sacolas, latas etc. Há ainda sinais de fogueiras, pichações nas rochas e construções, lavagem de roupa nas suas margens e os despejos de esgotos domésticos. Parece que o poder público municipal se desinteressou por um patrimônio tão formoso e de tão fácil acesso. Resta à população se engajar nesta luta de revitalizar o Pirapora. Competiria as autoridades promover a despoluição do Parque, iniciar campanhas educativas e preventivas, implementar uma mínima infraestrutura de visitação, com um acesso mais adequado,  promover visitações estudantis, campanhas na mídia, etc.

 pir08.jpg - 47.16 KB
A HERANÇA MALDITA DEIXADA POR VISITANTES INESCRUPULOSOS OU DESINFORMADOS.

 pir09.jpg - 51.27 KB
POR TODO LADO DO PIRAPORA BROTA RUSTICIDADE E NATUREZA.

 pir10.jpg - 53.65 KB
O BANHO AINDA É ACONCHEGANTE, APESAR DA QUALIDADE DUVIDOSA DA ÁGUA.

  pir13.jpg - 81.18 KB
MAIS UMA IMAGEM DA EXUBERANTE CACHOEIRA DO PIRAPORA. 

Expostas as imagens e os fatos ambientalmente preocupantes, compete aos pedro-segundenses reabilitar o Parque, transformando-o num local de estudos ambientais, turismo e lazer.

Fontes:

Pinheiro, Reginaldo et al. Ecoturismo como ferramenta de minimização dos impactos ambientais no Parque Municipal Pirapora, Pedro II, Piauí. In III Congresso Regional de Unidades de Conservação do Delta do Parnaíba, 26 a 28 de junho de 2013.

Pinheiro, Reginaldo et al. Levantamentos dos impactos ambientais no Parque municipal   Pirapora, Pedro II, Piauí. In 63º Reunião Anual do SBCP, sem data.

 

 

 

 

www.000webhost.com