Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /storage/ssd4/909/1073909/public_html/libraries/joomla/log/entry.php:1) in /storage/ssd4/909/1073909/public_html/libraries/joomla/session/session.php on line 531

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /storage/ssd4/909/1073909/public_html/libraries/joomla/log/entry.php:1) in /storage/ssd4/909/1073909/public_html/libraries/joomla/session/session.php on line 531
Portal Piracuruca - Desvendando o Piauí

Artigos

A Farmácia de Seu Licínio de Brito em Piripiri

Há alguns dias fizemos uma matéria onde comentávamos a esplendorosa edificação que um dia serviu de residência ao rico empresário piripiriense João Coelho de Resende (1884-1954), procurador, prefeito nomeado e fazendeiro de Piripiri. Sua mansão ficava ali na Praça da Bandeira, com duas frentes, uma voltada para a Rua Felinto Resende e outra para a atual Rua Prof. Bem.

Seu vizinho imediato pela Rua Felinto Resende era a Farmácia do Sr. Licínio Brito (1879-1962), separados materialmente pela entrada da casa do Resende com um terraço avarandado, e por parte do Sr. Licínio, por um estreito corredor. 

Como na época da foto abaixo (1950) o trânsito por esta rua era feito por raros caminhões, jipes, carroças, burros, etc., ou seja, veículos e animais rústicos, não havia a preocupação de se retirar a mancha branca protuberante que se vê no meio da rua, que são lajedos de arenito. Hoje este trecho seria quase intrafegável para os veículos com trações modernas, que poderiam ter suas suspensões comprometidas. Aliás, na imagem sequer se observa algum tipo de veículo, seja a tração mecânica, seja a tração animal. Nem jumentos, nem bicicletas, nada. Somente dois tranquilos pedestres que circulavam sem o perigo de serem atropelados por imbecis que pilotam motos e levantam o pneu dianteiro. Nem tinham que ouvir as zoeiras jumentais dos paredões dos carros de som... Era uma Peripery pacata, ordeira e provinciana...

 lc1.jpg - 57.61 KB
CENÁRIO DA ANTIGA FARMÁCIA DE SEU LICÍNIO BRITO E VIZINHANÇA: PRÉDIO ANTIGO, ABANDONADO, FOI O BAR “THE PLACE” (1); CASARÃO DO CORONEL COELHO RESENDE, COM MUITOS MOTIVOS DECORATIVOS ENCIMANDO A PLATIBANDA (2); ENTRADA COM TERRAÇO E VARANDA DA CASA DO CORONEL (3); ENTRADA LATERAL DA FARMÁCIA (4); FACHADA DA FARMÁCIA (5), COM DUAS PORTAS E TRÊS JANELAS EM ARCO PLENO OU EM TRAVE RETA COM ARCO PLENO DECORATIVO, OBSERVANDO-SE O LIMITE ESQUERDO DA EDIFICAÇÃO (6); LAJEDOS DE ARENITO NO MEIO DA RUA (7).

Quanto à citada farmácia de Seu Licínio de Brito Mello, farmacêutico e prefeito nomeado Piripiri, à esquerda da Casa do Cel. Coelho, ainda existe parcialmente, com as três “janelas” em verga reta envolvida na parte superior por um arco pleno decorativo e motivos laterais em relevo. Hoje, porém estão transformado em portas num prédio comercial. Ainda é possível observar as características decorativas nas ex-janelas e agora portas comerciais, bem como a cornija saliente logo acima. As duas antigas portas deram origem a parte da casa vizinha da família Holanda.

lic2a.jpg - 36.64 KB
PARTE DA FARMÁCIA DE LICÍNIO BRITO OBSERVANDO-SE A MANUTENÇÃO DAS CORNIJAS OU ELEMENTOS DECORATIVOS SOBRE AS JANELAS E OS MOTIVOS RETANGULARES EM RELEVO SOBRE A PLATIBANDA

 lic3.jpg - 58.78 KB
ESTA OUTRA IMAGEM MOSTRA A MESMA SITUAÇÃO DE OUTRO ÂNGULO: LIMITE DIREITO DA EDIFICAÇÃO DA FARMÁCIA (4), ENTRADA OU CORREDOR LATERAL DA FARMÁCIA (3); ANTIGO PORTÃO DE ENTRADA COM TERRAÇO AVARANDADO DO CEL. COELHO (2) E POR FIM, A CASA DO CORONEL COELHO (1).

 lic4.jpg - 65.80 KB

MAIS UMA IMAGEM MOSTRA COMO SERIA O PRÉDIO DO SR. LICÍNIO DE BRITO, HOJE DIVIDIDO COM A CASA DA FAMÍLIA HOLANDA A QUAL, ALIÁS, TAMBÉM É PROPRIETÁRIA DO PRÉDIO AZUL, O QUE RESTOU DA FARMÁCIA.

 lic5.jpg - 62.09 KB

ESTA IMAGEM MOSTRA A FRENTE ORIGINAL DA FARMÁCIA. ENGLOBA O PRÉDIO AZUL E A PARTE DIREITA DA CASA DOS HOLANDA. ONDE DEVERIA HAVER JANELAS, HOJE HÁ PORTAS COMERCIAIS (1,2 E 3); ONDE DEVERIA HAVER DUAS PORTAS (5 E 6) DA FARMÁCIA HOJE HÁ UMA FACHADA COM UMA JANELA DA CASA DOS HOLANDA. OBSERVEM QUE NA PLATIBANDA (7) OS MOTIVOS ORNAMENTAIS SÃO OS MESMOS (RETÂNGULOS) BEM COMO AS CARACTERÍSTICAS DA CORNIJA (8) SÃO IDÊNTICAS, PROVANDO QUE AS DUAS CASAS FORAM UM DIA UM SÓ EDIFÍCIO.

Não foi muito difícil delimitar a antiga farmácia por um detalhe arquitetônico que subsistiu aos tempos. Frontões nas fachadas laterais, tanto do que resta da antiga farmácia como na porção direita da casa dos Holanda, que já fez parte do empreendimento do Sr. Licínio.

 lic6.jpg - 60.20 KB
DO QUE RESTA DO PRÉDIO DA FARMÁCIA, UM FRONTÃO TRIANGULAR COM TRIÂNGULOS DUPLOS E IRREGULARES, ENVOLVENDO UM CÍRCULO, ENCIMADO PELA CUMEEIRA, TÍPICO DO NEOCLÁSSICO (1); DUAS EX-PORTAS OU JANELAS (5), HOJE VEDADAS, COM DETALHES ARQUITETÔNICOS DE ARQUIVOLTA OU DECORAÇÃO EM ALVENARIA EM VOLTA DOS ARCOS E MAIS DUAS OUTRAS COM AS MESMAS CARACTERÍSTICAS, MAS COM VÃOS GUARNECIDOS POR GRADIL DE FERRO (6).  A PLATIBANDA (2) PRESERVA EM TODA A SUA EXTENSÃO (CASA AZUL E DOS HOLANDAS) A DECORAÇÃO RETANGULAR. A CORNIJA (3) SE APOIA SOBRE A ARQUITRAVE QUE É SUSTENTADA PELO CAPITEL DO PILAR DE SEÇÃO QUADRADA (4). SEM DÚVIDA ESTE FRONTÃO É UMA DELIMITAÇÃO DA DIREITA DA ANTIGA FARMÁCIA. 

 lic7.jpg - 49.46 KB

ESTE FRONTÃO É O LIMITE ESQUERDO DA CONSTRUÇÃO DO SR. LICÍNIO. TAMBÉM TRIANGULAR, EM ALTO RELEVO, COM UM CIRCULO ENVOLVENDO UM QUADRADO E DUAS OUTRAS FIGURAS DECORATIVAS LATERAIS. É DIFERENTE DO OPOSTO, PORTANTO. FOI O SR, XIXICO HOLANDA QUE NOS GARANTIU QUE DESTA FACHADA DO FRONTÃO EM DIANTE ERA CONSTRUÇÃO ANTIGA, NÃO TENDO SIDO SUA FAMÍLIA QUE EDIFICOU ESTA PAREDE, COMO O FIZERAM COM O TERRAÇO COM O GUARDA-CORPO BALAUSTRADO QUE SE VÊ (FEITO HÁ UNS 30 ANOS).

Pela imagem antiga, pouco nítida e sem resolução, é possível observar encimando a platibanda do casarão do Cel. Coelho de Resende motivos decorativos, talvez compoteiras, vasos, pináculos, figuras de louça, ânforas, estátuas, ou fruteiras, marcando a fachada sobre a platibanda. O frontão (ainda existente, conforme nossa matéria anterior) ficava voltado para a Rua Felinto Resende, ao contrário daqueles dois da farmácia, voltados para as cumeeiras internas. No caso da farmácia de Seu Licínio, infelizmente na imagem antiga copas de árvores encobrem a visão sobre eventuais decorações que encimariam a cimeira do edifício, sendo possível observar somente a cornija e parcialmente a platibanda.

Informaram-nos que o prédio da farmácia também servia de residência para O Sr. Licínio, o que é coerente já que, em que pese a frente de sua casa ser de no máximo uns 10 metros (mais as duas entradas laterais), este tipo de construção possuía grande extensão de fundos.

Em suma, baseado nas observações das imagens modernas e nas informações do Dr. Xixico Holanda, conclui-se que os frontões da farmácia eram voltados para as áreas internas da propriedade e não para a rua.

Como se trata de análises baseadas apenas a partir de uma foto antiga, de baixa resolução e de tomada oblíqua e pela ausência de uma tomada frontal mesmo antiga, é possível algumas falhas neste texto, o que poderia inclusive ser observado por quem conheceu de perto estes edifícios antigos e seus moradores, que fazem parte da história gloriosa de Piripiri.

Agradecimentos ao amigo Evonaldo Andrade, que nos enviou a imagem antiga.

 
www.000webhost.com