Valença do Piauí: a Cidade-Sorriso

Situada na porção central do Estado, cerca de 210 km ao sul de Teresina, a acolhedora e simpática Valença do Piauí nos traduz um agradável bucolismo, paz e uma profunda e deleitosa sensação de ambiente histórico-cultural, que emana de seus históricos casarões, de suas tortuosas ruelas, e de seu povo, sedento do saber de suas raízes históricas.

A Cidade conserva suas agradáveis feições provincianas, com apenas cerca de 13.000 habitantes, de um total de 21.000 para todo o Município. Um povo hospitaleiro e cordial que procura harmonizar seu desenvolvimento econômico sem desdenhar suas riquezas naturais.  

2013-03-15 09.08.22 copy.jpg - 122.51 KB
RUAS E PRAÇAS ARBORIZADAS EMOLDURAM OS CASARÕES HISTÓRICOS. 

Animadas festas e festejos agitam o Valença do Piauí o ano inteiro, além de notáveis eventos culturais, quase sempre tendo a frente do infatigável intelectual, historiador e Secretário de Cultura, Antônio José. O carnaval e o réveillon são animados, atraindo turistas de todo o Estado. As festividades religiosas da Semana Santa são admiráveis e exprimem o arraigado sentimento cristão dos valencianos. As festas juninas com o seu tradicional e concorrido festival de quadrilhas resgatam brilhantemente os costumes de nossos caboclos. A semana do folclore revive a memória popular do Município em elogiáveis encenações. O aniversário da cidade (20 de setembro) e a festa da Padroeira (17 a 26 de dezembro) são alegres festividades onde se harmonizam religiosidade e diversão.

 b5.jpg - 111.31 KB
 IMAGEM DO CENTRO SOCIAL URBANO ONDE OCORREM OS FESTEJOS JUNINOS

Um passeio pelas provincianas e românticas praças e ruas da Cidade nos faz aspirar um sentimento nostálgico de épocas antigas. Ladeando os jardins arborizados e bem cuidados, estão os antigos casarões da época dos sisudos coronéis, alguns localizados na Praça Beija-Flor, como o sobrado “colonial”, de 1919, hoje quartel da PM.

 b2.jpg - 97.23 KB
 SOBRADO "COLONIAL", HOJE QUARTEL DA PM.

 b3.jpg - 127.77 KB
 CASARÕES HISTÓRICOS DO CENTRO DA CIDADE

Uma visita aos centros religiosos da cidade nos leva às igrejas de São Benedito e de Nossa Senhora do Ó e Conceição. Ambas nos atestam uma impressionante devoção espiritual do povo valenciano. A de São Benedito é a mais antiga, datada do final do século XVIII, e com vários túmulos emparedados em seu interior. A segunda, de igual estilo e hoje a matriz do Município, foi erguida em 1898.

 b1.jpg - 93.01 KB
 IGREJA-MATRIZ DE NOSSA SENHORA DO Ó E CONCEIÇÃO

 b6.jpg - 88.41 KB
 IGREJA DE SÃO BENEDITO

 b7.jpg - 202.02 KB
 UMA DAS LÁPIDES DA IGREJA SÃO BENEDITO

Corre uma lenda urbana que sob a igreja São Benedito há uma gigantesca baleia enterrada, a “Baleia Azul”, que a qualquer hora pode acordar de seu sono milenar fazendo tremer toda a cidade...

O resgate  cultural  de  Valença,  também fica  patente  na  criação  da  Academia  de  Letras  da Confederação Valenciana,  centro  erudito  que  abrange  11 municípios circunvizinhos,  berços  de  doutos  intelectuais piauienses.

 b8.jpg - 85.07 KB
 SEDE DA ACADEMIA VALENCIANA DE LETRAS

Nos fins de semana e feriados a boa pedida é um relaxante banho no balneário Santa Rosa, situado a 6 km da cidade. Possui um açude com uma pequena queda d’água e é dotado de restaurante. 

 b4.jpg - 117.80 KB
 POPULAÇÃO VALENCIANA SE DELEITA NO BALNEÁRIO SANTA ROSA

Na zona rural são atrativos culturais a farinhada; a moagem de cana para fazer rapadura; os sítios arqueológico, como os de Pintadas (Buritizal);  casarões de fazenda como a “Casa dos Jesuítas”, no lugarejo Monte Belo; belezas naturais cênicas, como  o “Arco da Igreja”, no lugar Buritizal, etc. Isto sem falar no rico patrimônio histórico, folclórico  e as lendas do Município.

Em suma, pelos motivos expostos acima não faltarão motivos para uma agradável temporada ou fim-de-semana em Valença do Piauí. Então o visitante compreenderá o porquê de chama-la de “cidade-sorriso do Piauí”.

Fonte: 

Coutinho, Reinaldo. Antiguidades Valencianas. Teresina, 2.000.

 
www.000webhost.com