Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /storage/ssd4/909/1073909/public_html/libraries/joomla/log/entry.php:1) in /storage/ssd4/909/1073909/public_html/libraries/joomla/session/session.php on line 531

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /storage/ssd4/909/1073909/public_html/libraries/joomla/log/entry.php:1) in /storage/ssd4/909/1073909/public_html/libraries/joomla/session/session.php on line 531
O Carneirinho e a corrente lendária da Serra de Santo Antônio

O Carneirinho e a corrente lendária da Serra de Santo Antônio

Destacando-se no relevo plano da maior parte do município de Campo Maior, a Serra de Santo Antônio, a uns 15 km da Cidade eleva-se a cerca de 400m de altitude. Ali, ao lado de incontáveis e quase desconhecidas belezas naturais como furnas, cachoeiras, riachos e vegetação nativa se destaca um cabedal de essencia mística, na forma de lendas e curiosidades.

 car2 2.jpg - 47.22 KB
IMAGEM DE ALTITUDE DA SERRA DE SANTO ANTÔNIO. FONTE: EMBRAPA/IBGE (2005). 

A lenda que coloca Campo Maior e sua magnífica serra de Santo Antônio no rol de riquezas folcóricas é o Carneirinho de Ouro e sua misteriosa corrente.  O arisco carneirinho é uma tradição muito comum nos sertões nordestinos, inclusive aqui no Piauí. Já publicamos neste portal sobre a lenda do Carneirinho de Oeiras. Existem muitos outros municípios onde se colhe esta tradição.

A lendária figura está sempre associada ao ouro, tesouros e ao fulgor, sendo sempre descrito como um fenomenal e super arisco ente, sempre associado às não menos misteriosas “bolas de fogo” dos nossos sertões. É pois uma lenda do "ciclo do fogo", como o Cabeça de Cuia, a Bola de Fogo, o Carbúnculo, o Mboitatá, o Carro Fantasma, o Vapor Fantasma, etc.

 car2 1.jpg - 42.32 KB
NO FUNDO DA PAISAGEM A CHAPADA EM FORMA DE MESA, A SERRA DE SANTO ANTÔNIO.

Em Oeiras-PI habita o Morro do Leme, na área urbana, sempre acompanhado por uma serpente fenomenal. No Bosque da Guarita, em Bom Princípio do Piauí, é extremamente brilhante e arisca, dando uma canseira infernal aos que se atrevem a tentar capturá-la, no intuito de obter grandes tesouros.

A lenda do Carneiro de Ouro e sua inseparavel corrente de ferro se perde nas brumas do passado colonial de Campo Maior, a antiga Vila do Surubim.  Assim, vamos reproduzir a mais antiga referência escrita sobre o ente lendário de que temos notícia no Piauí.

Um repórter do jornal parnaibano “O Nortista” em de 10 de agosto de 1901 escreveu sobre a lenda, já muito antiga na sua época. 

Reza a tradição que  por aquela misteriosa serra aparece um enorme “carneiro de ouro” que por vezes aparecia até durante o dia ante as pessoas. Porém a noite, como resplandece, é visto de muito longe por admirados caboclos desde a época da Vila. Contam que o brilho é muito intenso, talvez por isso seja confundido com as não menos misteriosas “bolas de fogo’ dos sertões.

 car3.jpg - 24.56 KB
O MÍTICO CARNEIRINHO. FONTE: http://www.lendas-do-piaui.noradar.com

Dizem que ele berra junto a uma enorme corrente de ferro, como que indicando que naquele lugar existe grande riqueza e grandes encantos. Mas como uma só pessoa ou mesmo duas ou três não possam levar para suas casas aquele achado precioso retornam à vila e reúnem o povo para buscar o “velocino de ouro”. Em chegando, porém ao lugar onde se encontrava, desaparece o carneiro e a corrente.

Acrescenta o repórter, que não conseguimos identificar, que ouviu a dita lenda em 1884 de uma idosa com mais de 80 anos, antiga moradora de Campo Maior e que afirmou a ele ter visto de longe o “carneiro de ouro” com uma estrela brilhante na testa.

 

 

www.000webhost.com