Print Friendly, PDF & Email
Print Friendly, PDF & Email
Caburé


Família: Stringidae Espécie: Glaucidium brasilianum

Canto:

Comprimento: 16,5 cm; peso: 63 g. Presente em todo o Brasil e dos Estados Unidos e México à Argentina e norte do Chile. Comum em bordas de florestas de terra firme e de várzea, cerrados e campos com árvores. Ativo tanto durante o dia quanto à noite. Alimenta-se de outras aves, como pardais, sanhaços e, esporadicamente, de beija-flores, rãs, lagartixas e pequenas cobras.

Possui um desenho na parte de trás da cabeça em forma de uma falsa face, mais vistosa do que a verdadeira, e visível somente quando arrepia as penas. Com isso, o caburé engana perfeitamente tanto pássaros como homens. O macho é bem menor do que a fêmea. Canta freqüentemente durante o dia. Faz ninho em buracos de árvores e cupinzeiros. Põe de 2 a 5 ovos brancos. Conhecido também como caburé-do-sol e caburé-ferrugem.


Fonte: http://www.eln.gov.br/Pass500/BIRDS/port.htm

<= Voltar